Pra ver se cola

fevereiro 5, 2009

Fiz uma viagem no tempo. A música me levou. Um toca discos, um vinil do Trem da Alegria e lá estava eu de volta aos meus poucos anos de idade. A capa, bem colorida, ainda estava na memória. Alguns trechos das músicas, não sei como, também permaneceram. Mas, faz tanto tempo… Minha infância parece um lugar tão distante.

Cresci em uma cidade pequena e, por causa disso, fui uma criança “de verdade”. Brinquei de esconde-esconde, amarelinha, comandos em ação, joguei futebol até anoitecer, ralei o joelho de bicicleta, subi em árvores e, também, delas cai. A rua era, praticamente, um parque de diversões. Limitado pelo toque de recolher das mães de plantão.

– Hora de tomar banho!

Minha geração teve infância de verdade! Digo isso, porque sem joelho ralado, sem aventuras homéricas com os amigos e sem salvar todos no esconde-esconde… ser criança pra que? Ou eu cresci, e deixei de ser e ver de verdade as crianças, ou parece que tudo isso se perdeu um pouco. Videogame, computador, TV, celular? Que criança queria saber dessas coisas. A rua estava lá, a nossa espera e não podíamos desapontá-la.

É uma pena saber que isso mudou tanto e que as crianças de hoje parecem cada vez mais adultas. Uma pena que o Trem da Alegria acabou e a trilha musical infantil ficou perdida no tempo. Uma pena ver que a rua não é mais lugar de criança…

Realmente, uma pena…

Ou, será que não? Será que fui eu que cresci, fiquei (quase) adulto e vejo o passado com demasiada nostalgia. Será que as crianças de hoje são mais felizes do que nos éramos? Será?

Lembra?

Anúncios

4 Respostas to “Pra ver se cola”

  1. Fernando Says:

    que tal uma comunidade afastada e uma vitrola pra fazer dos nossos filhos crianças de verdade?

    Eu topo…hahaha

  2. Daniel Viccari Says:

    Acho que é mais nostalgia da nossa parte. Lembramos sempre mais das coisas boas do que das ruins. Ato falho mesmo. E cada geração tem seus benefícios e malefícios. Tenho certeza de que eles sobreviverão e serão felizes. De outro jeito, mas serão.

    Ps: Cara, sinceramente, esse comentário do Fernando ficou muito homossexual. “Comunidade afastada”? “Nossos filhos”? Sei não, hein. Pra mim isso tem cara de putaria.

  3. fernando Says:

    não precisa ficar arisco, Viccari! Ô ciúme! hahahahahaah

  4. fernando Says:

    ei, toma cuidado…o Viccari usa tudo o que vc diz contra vc…
    eu sabia que ele não devia ter feito direito..hahhaahha


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: